TRIBALISMO

Da África para o Japão através da América Latina, muitas das coleções da próxima estação de primavera-verão que já podem ser encontradas nas lojas foram influenciadas por folclore do mundo todo. Bordados ricos, jóias tribais e estampas gráficas apareceram “tudo junto e misturado” nas passarelas, quase como um interessante e intrigante “ctrl c”, ctrl v” das páginas da revista National Geographic… Grande aposta de Valentino, Givenchy, Alexander McQueen, Céline, Hermès, Emilio Pucci e tantos outros, o tribalismo tem tudo para ser a principal tendência da próxima temporada.

E a explicação é muito simples: com as economias emergentes da América do Sul e África e o aumento contínuo do poder econômico na Ásia, os designers começaram a olhar para todos os cantos do mundo em busca de inspiração. E, como a estética global já percorreu um longo caminho desde as jaquetas cáquis “safari style”, estampas africanas estereotipadas e estilos que você só veria (ou usaria) quando estivesse de férias em algum lugar do planeta, o tribalismo é sem dúvida alguma uma excelente vertente a ser explorada neste momento.

 Burberry_Prorsum_AW14-15_London_Vogue_2

O estilista Raf Simons,  mostrou quão “Citizen of The World” é e apresentou no line-up da sua coleção de primavera 2015 da Dior vestidos bordados inspirados no estilo russo, jóias Maasai, vestidos sári, cores fortes e drapeados que remetiam à África, mas deu um toque americano com sportswear apresentados sempre sob medida impecável. Mesmo com todo orgulho italiano a marca Missoni rendeu-se ao novo estado de espírito da primavera 2015, com um look África-to-México. Riccardo Tisci, da Givenchy, se inspirou nos divertidos personagens da Disney e outros motivos fantásticos de temporadas passadas em favor de uma estética mais étnica com tons do deserto, drapeados africanos über-wearable e “smokings-quimonos”.

O desfile da primavera 2015 de Donna Karan demonstrou como é fácil ser uma cidadã do mundo. Desde o terremoto de 2010, o Haiti tem sido uma constante inspiração em suas coleções e sua linha primaveril veio cheia de peças boêmias, como vestidos lânguidos, echarpes, cintos grossos de cintura baixa e acessórios em tons de terra. Inspiração otomana é a maneira perfeita de definir as jóias e “bijouxs” da temporada, com pulseiras rústicas e anéis arrojados, tudo numa paleta de cores castanhas misturados com turquesa e vermelhos. A designer Raquel Allegra, que vive na California e há muito domina este look viajante global, em sua nova coleção de primavera preferiu os looks tie-dye sofisticados ao mais luxuosos já tão bem explorados pela marca. Até Peter Dundas foi à cidade do México para buscar inspirações e deu à coleção da Pucci bordados exóticos com cores ousadas, dando um novo sopro de vida a marca italiana – e que sopro! A coleção está simplesmente incrível!

tribal39   tribal37  tribal30a tribal33 Burberry Spring_Summer 2015 Campaign - on embargo until 14 December 10pm GMT Donna+Karan+Spring+2014+N9x4HakmLRXx

Embora pareça complicado ter um look com influências dos quatro cantos do mundo, o segredo do charme desta tendência é simples: manter tudo em harmonia do modo mais natural possível. 😉