Special Japanese Spot

Quem me conhece, já sabe: ADORO comida japonesa. Mas não é um gostar “saudável”, sou mesmo compulsiva. E não pense que é por ser novidade… A culinária japonesa já faz parte do meu cotidiano há pelo menos 15 anos, mas toda vez que degusto, é com tanto entusiasmo que parece ser a primeira vez!

A obsessão é tanta que sempre que viajo gosto de ter em meu roteiro pelo menos um restaurante japonês, pois adoro ver como essa culinária milenar se mistura à uma determinada cultura local. E é incrível que até mesmo os restaurantes mais tradicionais,  incorporam a cultura do país onde estão e acabam sempre por apresentar sabores e pratos peculiares e especiais. Entretanto, mesmo tido ótimas experiências em restaurantes japoneses em algumas grandes cidades do mundo, confesso que nunca havia tido uma experiência como a que tive no restaurante Midori.

Situado dentro do belíssimo Hotel Resort Penha Longa, que fica em plena serra de Sintra, abraçado pela montanha e emoldurado pelo verde vivo do campo, esse lindo restaurante é chic, intimista e sofisticado. Os materiais naturais usados na decoração do ambiente, como a madeira e a corda, dão a sensação de que a natureza vista através dos vidros de lá de fora ser sentida dentro do espaço. É mesmo muito agradável. O atendimento é atencioso e eficiente e a comida, bem, a comida é uma experiência à parte.

Quando vou à um novo restaurante conceito, meu marido e eu gostamos de nos aventurar e experimentar o que eles acreditam ter de melhor a oferecer, por isso, normalmente optamos pelo menu degustação. Lá é possível escolher entre 5 tipos de menus: de 3, 4, 6, 9 ou 12 peças. Nós optamos pelo menu degustação de 12 pratos à escolha do Chef. Embora a carta de vinhos deles seja excelente, nós optamos pela harmonização de vinho, pois achamos que quando há, faz toda a diferença. 

O menu é um mix de peças tradicionais e peças complexas, que vai desde os tradicionais Nigiris com fatias de peixes nacionais e super frescos até os mais elaborados como o Tártaro de enguia, foie gras e laranja, Nigiri de caranguejo real com aioli de yuzu e chá verde, Usuzukuri de peixe galo com fígado de tamboril e chutney de manga e Sashimi de Ostra com pérola de ponzu e espuma de citronela. É uma combinação de sabores para ninguém botar defeito!

IMG_2314 IMG_2317 IMG_2320 IMG_2328  IMG_2340IMG_2329  IMG_2334  IMG_2341IMG_2332  IMG_2322 IMG_2326 IMG_2338  IMG_2344

O preço? Bem, assim como os pratos servidos, o preço também faz jus a de um restaurante dentro de um hotel 5 estrelas – o menu de 12 pratos custa €105 por pessoa sem bebida. Se vale a pena? Vale muito, mas só se você for grande apreciador, pois embora seja grande a quantidade de pratos, as peças ainda que complexas, são pequeninas e, diferentemente da grande maioria dos restaurantes que oferecem esse tipo de serviço, aqui não há “cortesias do Chef”. Outro ponto a sublinhar é que a mistura de pratos complexos e pratos tradicionais pode gerar uma certa frustração e há quem possa não entender a proposta, já que a expectativa entre um prato e outro é sempre muito grande…

Mas de modo geral, vale muito a pena conhecer, pois o que se oferece ali não é só uma excelente refeição, mas sim um conjunto de diferenciais que faz do Midori um sítio único, perfeito para momentos especiais.

Recomendo vivamente. 😉

*Fotos: iPhone 5s e Penha Longa Resort.