Luxo Simples

LUXO, palavra curta e intensa, originária do latim “lux” que significa LUZ e define um estilo de vida, um comportamento e ou um status. A palavra lux ou luz está intimamente ligada ao brilho, à intensidade e ao magnífico e, por sí só, consegue nos levar ao entendimento de que luxo traduz-se a algo adorado, esplêndido, perfeito e belo. Mas nem tudo que brilha e reluz precisa ser necessariamente ouro. Num mundo onde o descartável domina, ter uma boa t-shirt branca que resista a mais do que alguns ciclos na máquina de lavar sem perder a forma ou apresentar algum buraco, pode ser luxo inestimável.

Pensando um pouco mais sobre o quê e como consumimos hoje em dia, pode-se após uma breve reflexão concluir que acompanhar a velocidade do mundo “fast” é algo completamente ilusório. O ciclo vicioso do consumo desnecessário, alegria momentânea e insatisfação permanente do atual quadro de consumo que vivemos para além de ser nocivo – em diferentes níveis, é absolutamente frustrante, visto que nunca se consegue obter o guarda-roupa desejado. Quem já se conscientizou e ultrapassou com sucesso a sua abstinência por compras, percebeu que o segredo para conseguir um estilo saudável está em investir num armário mais sustentável e, para tanto, aposta-se no clichê: qualidade sobre a quantidade. Mas como? Muito simples! Investindo em peças de qualidade que não durem somente uma temporada – quer seja de moda ou de ciclo de lavagem.

It’s all about basics! Reparem, são os básicos as peças-chave dos nossos looks dia após dia. São com elas que outras peças se conjugam para formarem juntas o nosso estilo. Assim, sendo essas as que mais usamos, faz sentido investirmos em algo de qualidade, não? Afinal, quem tem tempo (e dinheiro principalmente) para comprar algo novo o tempo todo? Peças como o blazer e a jaqueta biker preta, um belo par de jeans, um bom par de sapatos nudes, uma linda “everyday bag”, uma camisa que vista à perfeição e uma boa e básica t-shirt branca são luxos possíveis que se pode (e deve) apostar.

Saber onde começar é a parte complicada e resistir às tentações da facilidade na hora da compra, provavelmente mais complicado ainda. Mas conseguir identificar um produto de luxo pode ser um bom começo. É importante saber que não é só a inacessibilidade que define uma peça de luxo, aliás talvez essa seja a menos importante de suas características… A atemporalidade, o alto grau de excelência, a qualidade acima do esperado e, principalmente, os valores de uma tradição, história de “artesania” e excelência de detalhes são os principais pontos a se valorizar.

Esforce-se para buscar pelo melhor dentro da sua realidade e mantenha-se firme no lema “mais qualidade, menos quantidade”. Pode parecer difícil, mas a sensação de ter sempre algo para vestir em qualquer ocasião vai fazer valer o esforço.