Fashion in Recession – porque agora não custa NADA estar na moda.

Que atire a primeira pedra aquele que nunca, mas nunquinha mesmo cometeu um (dois, três ou mais) atos de puro consumismo desenfreado! Pode parecer loucura, mas há sim pessoas além de mim e de você que compram algo impulsivamente por diversas razões, mas que todas levam a um só resultado: acumulo de peças inúteis no armário.

E se você for como eu, que acredita mesmo na lei da física onde dois corpos não ocupam um mesmo espaço, sabe que para uma outra peça de roupa entrar, outra tem que sair e, portanto, sem mais desculpas, “bora” tirar essas peças que só ocupam espaço (e muito) do armário e que efetivamente não trazem uso nenhum. E fazer o que com elas então? Leve-as para o Fashion in Recession!!!!

O evento é um conceito que trago de São Paulo – minha amada terra natal, e consiste em trocarmos peças que compramos impulsivamente ou que, por algum outro motivo, não conseguimos dar o seu efetivo uso, quer seja porque ficava maravilhosa na nossa amiga, mas que em nós, nem tanto ou porque ficamos sempre está à espera de uma ocasião específica que nunca chega, enfim… Qualquer motivo, pode ser um motivo.

No Fashion in Recession, além da “moda sustentável”, haverá também boa música, ambiente totalmente descontraído, agradável e inusitado propício não só para trocarmos roupas, mas como também nos divertimos, pois afinal de contas, é isso que interessa.

Onde? Quando? Como??? Anote já! O evento será gratuito e acontecerá das 19h às 22h no dia 02.05 no Hotel Fontecruz da avenida Liberdade em Lisboa. Para saber todas as informações e fazer sua inscrição acesse agora mesmo a página do Fashion in Recession no facebook – clique AQUI.

Entrarão para o evento roupas, calçados e acessórios femininos e masculinos, de grife internacional ou não, usadas ou ainda com etiquetas, qualquer uma DESDE QUE estejam em perfeito estado de conservação – limpas e cheirosas, de preferência. Cada peça será convertida em pontos, representados por “moeda” fictícia e toda peça terá um valor anexado, conforme seu estado, marca e outros detalhes,  para que o participante gaste suas “moedas” com as peças que desejar. E para garantir a boa troca, todos contarão com ajuda dos fashions advisers Pedro Crispim e sua Equipa (eu e Liliana Moreno) e ainda dicas de make-up de Sandra Almeida para poder arrasar com as novas peças! Bom demais, não?

E se mesmo com toda essa ajuda ao final o participante não tiver gastado todas as suas “moedas”, deixará em seu cadastro os créditos para serem usados nos próximas edições.

Ah! E vale dizer que as peças não aprovadas para participação do evento, serão doadas a uma instituição (ainda a definir) que ajudaremos a cada edição.

Tá esperando o que para se inscrever no evento que será o evento do ano????