A Long Black Dress Story

Por que sempre que nos deparamos com uma necessidade de comprar um “vestidinho preto”, vem logo à cabeça o little black dress cocktail, básico, sem decote, sem texturas ou brilho e na altura dos joelhos? “Talvez, por que se tivesse alguma dessas características já não seria um vestido preto básico?” – você me pergunta. “Bem…” – e eu respondo: “Não, não exatamente.”

A maioria das pessoas aposta num vestido sem grandes características por uma única razão: por preferirem jogar pelo seguro. Ou seja, preferem passar despercebidas do que correr o risco de serem “vistas demais” e ou julgadas inadequadas. Simples falta de confiança. Mas e se eu te dissesse que poderia estar igualmente bem vestida usando jeans rasgados e uma básica t-shirt para uma reunião de negócios ou um longo vestido com grande decote para um almoço casual? No dress code moderno já não há grandes regras e o segredo está basicamente na conjugação.

Considere uma profissional da moda, arquitetura, da arte ou comunicação, por exemplo. Ela pode usar para um metting os tais jeans e t-shirt e bastava adicionar-lhes uns stilettos e blazer para levar o básico look a outro nível. O mesmo acontece com o vestido longo, preto e com profundo decote que, à primeira vista grita por eventos noturnos, mas que basta lhe adicionar umas sandálias flats e acessórios minimalistas para instantaneamente o “versatilizamos”.

Se ainda se sentir insegura e achar o vestido “too much”, acrescente uma jaqueta jeans e garanto que terá o mais básico dos looks… Porém, com um leve twist.

AA006 AA007 AA008*Vestido Missoni

Foto: Rachel Marques